GOVERNO ESTADUAL VAI INVESTIR MAIS DE R$ 500 MILHÕES NA REGIÃO SERRANA DO RIO
12/01/2021 07:09 em Novidades

O governador em exercício Cláudio Castro inicia, neste domingo (10), uma série de visitas à Região Serrana para vistoriar obras em andamento e anunciar novas intervenções e ações em Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis e Areal. A previsão é que sejam investidos mais de R$ 500 milhões nas cidades. Além disso, o governo vai aplicar R$ 280 milhões através do Plano de Contingência para as Chuvas de Verão, que beneficiará todo o estado.

 

 Na semana passada, o governador decretou a transferência da sede do governo para a Serra e luto oficial deste domingo até a próxima terça-feira (12), para marcar os 10 anos da tragédia causada pelas chuvas. Hoje, depois de participar de um ato ecumênico em memória às vítimas no Cristo Redentor, o governador sobrevoará as cidades de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo para vistoriar obras nas áreas. Em Friburgo, participa de uma homenagem aos cidadãos e profissionais que atuaram na tragédia das chuvas. Em seguida, visita obra de encosta no Jardim Califórnia. Cláudio Castro também lançará o programa Limpa Rio, que vai contemplar os rios Paquequer, Rio Príncipe e Córrego Imbuí, e a Casa do Trabalhador para ampliar a geração de emprego e renda na região.

 

 Amanhã, em Teresópolis, o governador em exercício se reúne com associações de moradores da região e síndicos do Conjunto Habitacional Fazenda Ermitage, lança a Pedra Fundamental em homenagem às vítimas da tragédia e o programa Limpa Rio. Cláudio Castro também realiza um fórum com prefeitos e secretários da Região Serrana e participa de uma cerimônia para homenagear profissionais e cidadãos que se dedicaram no enfrentamento ao desastre.

 

Na terça-feira, em Petrópolis, será realizada uma cerimônia de luto às vítimas das chuvas de 2011. Também serão entregues cheques do Agrofundo para famílias de agricultores da cidade, somando R$ 1 milhão. Além disso, o governo anunciará as obras de recapeamento da RJ-134, no trecho entre Pedro do Rio e Posse. Cláudio Castro ainda se encontra com empresários locais para estimular o desenvolvimento econômico da região e inaugura a Casa do Trabalhador. Em Areal, o governador visita o Conjunto Habitacional Granja Disco para o lançamento da Estação de Tratamento de Esgoto, reservatório de água e acesso viário ao condomínio.

 

 Ações do estado –  Desde a tragédia, o governo estadual tem investido em obras de recuperação e de prevenção a desastres na região. Em dezembro, foi lançado o Plano de Contingência para as Chuvas de Verão 2020/2021. O documento traça protocolos para resposta rápida e integrada a emergências causadas por chuvas intensas, garantindo a proteção da população, além de reduzir danos e prejuízos. Ao todo, serão investidos recursos em locação de maquinário (como caminhões e tanque de água e combustível), aquisição de cestas básicas, garrafas de água, kits de limpeza, botes, colchões e ambulância.

 

 Além disso, a Secretaria de Defesa Civil conta com o sistema de alerta e alarme por sirenes e o Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais. Após o maior desastre natural do país, a secretaria tem monitorado e emitido alertas sobre as condições meteorológicas e realizado capacitações com as Defesas Civis municipais.

 

 Obras –  Na área de infraestrutura e obras, foram aplicados mais de R$ 1 bilhão em unidades habitacionais e na contenção de encostas e drenagem. Também foram entregues 4.219 imóveis nos municípios atingidos, reconstruídas 24 pontes em cinco cidades da região e concluídas 93 obras de contenções de encostas.

 

 No primeiro semestre deste ano, o Estado entregará as obras de um conjunto com 153 unidades em Areal. Também será solicitado ao Governo Federal recursos para novas licitações para a construção de 330 imóveis em Petrópolis, 120 em São José do Rio Preto e 128 em Sumidouro. A expectativa de investimento é de R$ 76 milhões, com recursos também da União.

 

 Há ainda três obras de drenagem e contenção em andamento, sendo três em Nova Friburgo e quatro em Teresópolis. Para 2021, a previsão de investimento é de R$ 135 milhões para a realização de dez contenções.

 

 Ambiente –  Os municípios da Região Serrana do Rio afetados pela tragédia climática de 2011 receberam intervenções como a recuperação ambiental dos Rios Cuiabá, Piabanha, Carvão e Santo Antônio, em Petrópolis; Rio Bengalas e Córrego Dantas, em Nova Friburgo; e Rios Príncipe, Paquequer e Imbuí e o Córrego Imbuí, em Teresópolis. Para as obras, foram investidos R$ 325 milhões do Governo Federal, e cerca de R$ 79 milhões, do Fecam.

 

 Estão previstas novas intervenções em rios e canais dos municípios de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo. Em Petrópolis, serão realizados os serviços de desassoreamento e proteção dos taludes dos rios Santo Antônio, Cuiabá e Carvão. Em Nova Friburgo, as intervenções irão contemplar o Córrego Dantas e o Rio Bengalas. Já no município de Teresópolis serão executadas as obras para a demolição da ponte existente e construção de uma nova sobre o Rio Imbuí. O Rio Príncipe também receberá intervenções. Os recursos são de aproximadamente R$ 283 milhões, provenientes de repasse de recursos federais, de convênios firmados entre Inea, Ministério de Desenvolvimento Regional e Caixa Econômica Federal.

 

 Agricultura – Para ajudar na recuperação da produção rural, foi criado o programa Rio Rural Emergencial. Mais de 1,9 mil produtores foram beneficiados, totalizando recursos de R$ 14 milhões aplicados em subprojetos. Seis municípios foram atendidos com micropatrulhas de conservação do solo. O projeto Estradas da Produção recuperou cerca de dois mil quilômetros de rodovias vicinais e 1.677 hectares produtivos. A Secretaria de Agricultura restaurou ainda 40 pontes. Estão previstas ainda 23 licitações para contratação de máquinas e equipamentos para desobstruir vias através do Plano de Contingência para as Chuvas de Verão.

 

FONTE: https://www.jornaltemponews.com.br/

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE